14 de fevereiro de 2019

EU LI: Grande Magia - Vida Criativa sem Medo (Elizabeth Gilbert) | Portão Literário

Hoje em dia precisamos usar a criatividade até em nossa rotina, para dar conta do recado. Mas quando o assunto é arte, seja na forma de escrita, música ou afins, vale aprender com a autora algumas dicas para perder o medo de criar! 

Clique para assistir

12 de fevereiro de 2019

EU LI: O mistério dos cavalos alados (Megan Shepherd)

Oi gente!

Hoje vou contar de uma leitura que fiz no kindle por esses dias. "O mistério dos cavalos alados", de Megan Shepherd. Não conhecia a autora e não vejo altas avaliações sobre ela, mas além da capa que obviamente chamou minha atenção, a temática me pareceu interessante. Precisava de uma leitura leve, então lá fui eu. Só que, embora seja voltado ao público juvenil, não achei a temática tão leve assim...


A história se passa na Segunda Guerra Mundial, quando as crianças eram retiradas das cidades devido aos bombardeios. Emmaline, nossa protagonista, vive em um hospital adaptado em uma antiga casa, junto com outras crianças, muitas delas tratadas de um mal denominado na história como "águas paradas", mas que entendemos ser turberculose, doença que matava muito na época.

Conforme as crianças são tratadas pelas freiras e pelo doutor que as visita frequentemente, percebemos a neve, a palidez e a melancolia tomando conta do lugar. E ao mesmo tempo, nossa personagem, como se lutasse bravamente contra isso, narra seus dias e as visões dos cavalos alados que descobre atrás dos espelhos, ou melhor, de qualquer coisa que possua reflexos. Junto com a amiga Anna, que já está em estágio avançado da doença e empresta à Emmaline sua caixa de lápis de cor, confidencia suas aventuras do lado de fora, ao descobrir que um dos cavalos alados transpassou os espelhos e veio parar eu seu mundo, com a asa machucada.

E nessa aventura Emmaline mergulha, tentando salvar sua "Lume de Luar" do assustador "Corcel Negro", sofrendo zombaria de outras crianças, conflitos ao tomar suas decisões, relembrando seu passado feliz e superando a própria luta contra suas "águas paradas", que acaba por representar um significado mais amplo ao final. Concordam que a temática não é nada leve? Por outro lado, por ser ela mesma, uma criança, a nos narrar a história, a fantasia toma conta das palavras e entramos naquele mundo de coragem e encantamento. Isso faz com que a autora foque na profundidade da protagonista, tornando rasos a maioria dos demais personagens.

Se você não tem restrições com leitura infanto, recomendo. Se fizer uma leitura superficial, dá para dizer que é leve, porém se como eu, você faz reflexões enquanto lê, prepare-se para se entristecer em alguns momentos e para muitos pensamentos ao encerrar a leitura.

Boa leitura!

7 de fevereiro de 2019

Relato de um náufrago (Gabriel García Márquez) | Portão Literário

Quando um projeto começa sorteando uma obra de Gabriel García Márquez para eu ler, tem tudo para dar certo né? Conheci finalmente "Relato de um náufrago" e a história por trás da história do primeiro trabalho publicado pelo autor.
E desde que o mundo é mundo, sofrimentos são gerados pela ganância do ser (humano!?).

Clique para assistir

4 de fevereiro de 2019

Tudo que é belo (The Moth) | Portão Literário

Por aqui iniciamos a semana comemorando meu mês de aniversário! \o/ 🎉
A cada níver, mais um ano de histórias para contar. 
E a dica de leitura é justamente assim, um livro escrito por contadores de histórias, só que todas reais! 

Clique para assistir