22 de março de 2016

Eu li #55 - A maravilhosa terra dos Snergs

Oi gente!

Poxa, sabe aquele livro que você tem dó de ler? Que você compra, fica guardando, guardando, guardando, porque sabe que vai devorar em poucos dias? Com "A marvilhosa terra dos Snergs" foi assim. No ano passado tomei conhecimento dele, como sendo o livro que Tolkien lia para seus filhos e que se tornou sua grande inspiração para criar o universo da Terra Média. Mas eu fiquei meses guardando ele, morrendo de dó de ler...hahaha. Queria degustar com calma, mas não deu certo, devorei em três dias. E realmente, percebi que os hobbits de Tolkien parecem ter muito em comum com os Snergs. Vamos conhecê-los?


Uma obra do escritor inglês Edward Augustine Wyke-Smith (1871 - 1935). Edward era um aventureiro, fez parte da tripulação de um veleiro, trabalhou como cowboy e também estudou engenharia de minas. Seu primeiro livro foi escrito a pedido de seus filhos mas depois ele deu continuidade à escrita.

"A maravilhosa terra dos Snergs" foi publicado em 1927 e foi sua última obra. Um livro prá lá de encantador, editado pela primeira vez no Brasil e olha que legal, por uma editora curitibana, a Arte & Letra, que criou uma linda edição com as ilustrações originais e lindas de George Morrow.

Ilustração original de George Morrow
A história conta as aventuras de Joe e Sylvia, que fazem parte da Sociedade para Remoção de Crianças Supérfluas (isso mesmo! rs). Trata-se de uma Sociedade que resgata crianças cujos pais não lhes dão atenção e as leva para a Baía Watkyns, um lugar que as fazem esquecer o passado e viverem com tranquilidade. Mas esse local é desconhecido, ninguém chega facilmente. E lá perto, além das fronteiras, existe a terra dos Snergs. E eles são amigáveis e adoram uma festa!

Capa antiga da obra.

A aventura começa por conta de uma traquinice de Joe, que ganha um belo castigo, ficando preso no quarto da torre. Com a ajuda de Sylvia e a companhia do cachorrinho Tigre, eles fogem e adivinhem? Depois de passar maus bocados na floresta, são encontrados pelo snerg Gorbo, que os leva para conhecer a sua terra. Mas isso é só o começo. Muitas festas e conversas depois, Gorbo fica responsável por levá-los para casa, mas é extremamente desastrado e os coloca em apuros, por outras terras ainda inexploradas. Aí entram outros personagens, como o ogro Golithos, o bobo da corte Baldry e Mãe Meldrum, uma bruxa bem malvadinha!


Pode até parecer que o livro é por demais infantil. É, talvez para alguns seja. Claro que me encantei por ter sido lido por Tolkien. Saber que os grandes escritores um dia também se inspiraram em obras que os antecederam, para mim é um incentivo e tanto.

Independente disso, achei "A maravilhosa terra dos Snergs" uma história agradável e convidativa. A escrita parece tornar palpáveis as coisas e por isso a leitura se torna muito divertida. Para quem curte fantasia recomendo, é uma leitura fácil, sem linguagem rebuscada e com um lindo contexto heroíco.

Beijos!

Editora: Arte & Letra
Tradução: Gabriel Oliva Brum
Ilustrações: George Morrow
ISBN: 9788560499366
Ano: 2012
Páginas: 280

0 comentários: