19 de fevereiro de 2016

Diário de viagem - Rio dos Cedros/SC

Oi gente!

Conforme prometido no vídeo do resultado do sorteio lá da fan page, vamos a mais um diário de viagem! A aventura se passou em Santa Catarina, no último final de semana. O local foi a Região dos Lagos, na cidade de Rio dos Cedros, onde o marido participou de um moto acampamento e eu o acompanhei. Enquanto ele foi de moto, fui de carro com dois sobrinhos. Gente, que lugar mais lindo!


Camping Península Palmeira - Um lugar inspirador!

Rio dos Cedros está localizada no Médio Vale do Itajaí, no chamado Vale Europeu Catarinense. Já dá para imaginar? Antes de chegar, a viagem em si já é uma coletânea de paisagens encantadoras. Saímos de Curitiba e fomos pela BR376, passamos por Joinville (que já conhecia) e Jaraguá do Sul (que também conhecia). Dali para a frente foi inédito, me encantei muito com Pomerode e suas casas antigas em estilo europeu, pouco antes de chegar ao nosso destino. Rio dos Cedros é uma cidade de imigrantes italianos (diferente da maioria da região que são de alemães), com pouco mais de dez mil habitantes e muito a oferecer, seja na deliciosa culinária, no artesanato de vime, e a cereja do bolo, que são os passeios até as barragens e cachoeiras da Região dos Lagos. Bora?

Centro de Rio dos Cedros, antes de sairmos rumo ao Camping.

O acampamento foi montado no Camping Península Palmeira, há mais ou menos 15Km do centro de Rio dos Cedros. Um lugar maravilhoso, que além do camping, oferece chalés, restaurante, campo de futebol, pesca, acesso à represa para diversão com Jet-ski, lancha e passeios de barco. Difícil descrever um lugar desses, a natureza é hipnotizante, inspiradora e me deixa sem palavras. Eu olho para uma paisagem dessas, respiro fundo e me sinto renovada!




Mais um registro do Camping Península Palmeira.

Também me inspiro muito para escrever em lugares assim. Qualquer detalhe é um impulso para contar uma história. Porém, nesse passeio tirei um tempo para descansar (não tive férias no final de ano) e para minhas leituras, quando não acompanhava o marido e sobrinhos nos passeios. Tem mais fotos do local, atrativos, informações nesse site aqui. O preço é bacana e o lugar incrível, eu ficaria uma semana lá se pudesse!

Registro feito pelo marido na manhã seguinte em que acampamos.
O jantar de sábado e o almoço de domingo não foi feito no Camping. Os organizadores decidiram fazer nos arredores, para motivar os participantes a conhecer um pouco mais das belezas do lugar. Conseguiram! Nós jantamos e almoçamos com essa vista aí, tá de bom tamanho? (rs). 

O local, chamado Bar Bia Lanches, fica em Rio Bonito. É uma junção de bar, lanchonete, mercado, restaurante, etc etc etc. Típico de cidade pequena, onde encontramos até fogos de artifícios em um lugar assim (rs). Mas e a comida? Delícia!!! Pensa naquela comidinha caseira, tipicamente italiana (que eu amo!). Polenta, macarrão artesanal, mandioca, galinha caipira e por aí vai.



Pergunte-me uma das coisas que mais gosto de fazer perto da natureza? (Aliás, em qualquer lugar...rs). Eeeeeeeeeeeee! Leeeeeeeer é L-Ó-G-I-C-O!! Hahaha! Então aproveitei alguns momentos em que o marido trocava ideias com os motociclistas, explorava os terrenos, os sobrinhos batendo bola, etc., e eu bem "de boa" na barraca fresquinha lendo em frente ao rio.


E olha que jóia. Para quem acompanha a fan page, deve lembrar do meu vídeo do sorteio, no dia em que fui picada por uma vespa e, coincidentemente um dia depois de ter comprado um livro com o tema. Fiz piada no vídeo e disse que pela coincidência, eu tentaria ler o livro da vespa antes de enviar como prêmio do sorteio, e olha só, consegui! E terminei ele no acampamento. O livro é infanto-juvenil e como a própria capa já mostra, é irado! Foi perfeito! Logo solto a resenha.


E muitas paisagens, conversas, risadas, natureza e leituras depois, desmontamos acampamento no domingo e fomos almoçar em Rio Bonito novamente. De lá, os motociclistas catarinenses nos convidaram a dar uma volta a mais para retornar, e conhecer outro camping em Cerro Azul, uns 40Km para a frente de onde estávamos. E gente, foi uma aventura! Quase um rally, mas achei que mandei bem...hahaha! Estrada de chão, pedras, sobe e desce e muita poeira depois, chegamos no Camping Lago Azul. Fora de série a paisagem também!


Ali fizemos vários registros fotográficos, além da paisagem, o lugar é muito bem cuidado. Nos despedimos dos novos amigos catarinenses e junto com outros dois motociclistas curitibanos, pegamos o rumo de casa. Acabamos voltando para Curitiba por outro caminho (Mafra), porque foi uma volta e tanto chegar à Cerro Azul. A chuva chegou valendo na estrada, rajadas de vento fortíssimas (marido de moto penou mais). Mas valeu muito a pena! Marido, sobrinhos e eu curtimos demais. Chegamos felizes, com uma viagem curta mas inesquecível para lembrar.


Então aí está só um pouquinho de um final de semana diferente que passamos. Tem muitas fotos e muitos detalhes para contar, mas aí me estendo demais. A ideia é mostrar lugares alternativos para quem curte viajar, natureza, preços bacanas e principalmente, apreciar a beleza das coisas simples!

Beijos!

3 comentários:

Patricia Dias disse...

Que delicia de passeio, Ale!
Esse lugar específico, não conheço, mas já fiquei em Pomerode e Timbó . Vale a pena conhecer essa região!
Bjs,

Aline Fonseca disse...

Oi, Aleeeeeeeee!!!
Muito obrigada, mas ando tããããããooooooooooo preguiçosa com as postagens...ando com preguiça de viver! Mas quando tudo passar e eu me adaptar vou tentando postar mais!
Menina, que viagem! Que diário, que registros incríveis!!! As fotos estão lindas demais, super profissionais, muito show de bola! Isso é gostoso demais! É o que mais amo! Que venham mais registros!
P.S. amei a foto na barraquinha!

Beijossssssssssssssssssssssss

Sonia Cirino disse...

Santa Catarina é linda. É a terra natal de meus pais.

Acampar à beira do lago, com um bom livro, boa companhia e bom astral. O que mais precisa de ingrediente, não é mesmo?
Perfeito!!

bjs querida