10 de abril de 2015

Diário de viagem Alagoas - [Chegada em Maceió]

Oie!!!

Continuo firme e forte no empenho de colocar em dia as postagens sobre meus trabalhos de escritora, que pararam na Bienal do Livro de SP, em agosto de 2014, conforme últimas postagens. Agora vou contar um pouquinho, com o habitual atraso do coelho da Alice, sobre minha viagem à Alagoas, que ocorreu logo depois da Bienal.

Quem acompanha deve lembrar sobre a turminha do 4º ano, dirigida pela tia Simone, que estava usando o livro da Lirityl na escola Cícero Mizael, em Luziápolis. Senão acompanhou, os detalhes estão aqui nessa postagem. Durante o ano, fui convidada pela escola para participar de um lindo projeto, e depois de todo o planejamento, em setembro de 2014 consegui uns dias de férias e emendei com o evento para conhecer a capital de Alagoas, Maceió. E como diz a música, que saudade do céu, do sol, do sal de Maceió!


A chegada foi inesquecível. Eu fui com minha amiga Vera, parceira de várias viagens, e lembro bem que, quando chegamos ao hotel na orla principal, deixamos as malas e partimos para uma volta de reconhecimento. E eu fiquei hipnotizada por aquela imensidão de água verdinha! Mesmo sem muita experiência em Nordeste, já conhecia Fortaleza por exemplo, e nem lá eu tinha visto uma cor de mar tão linda! A imagem abaixo é do hotel onde ficamos hospedadas.


Nessa primeira postagem, vou mostrar um pouquinho do que vimos por lá, dentro da cidade mesmo. Um dos passeios com guia era para o centro da capital, onde aprendemos muito sobre a história local. A cidade fica na planície beira mar e o lugar mais alto é um morro com aproximadamente cinquenta metros de altura, onde está localizada a Igreja de São Gonçalo do Amarante, que é um santo casamenteiro na crença popular da região. Lá de cima a vista da cidade e do mar é muito legal, e há vários comerciantes distribuindo umas sementinhas vermelhas de piripiri. Segundo eles, elas servem para na forma de simpatia, jogarmos ladeira abaixo ao lado do muro, uma de cada vez, fazendo pedidos. E olha que pensando bem, agora lembrando das mudanças da minha vida depois que voltei de Alagoas, comecei a perceber que meus pedidos foram atendidos!! Obrigada universo!


Reflexões à parte (rs), para encerrar a postagem de hoje, muitas fotos lindas que tirei em outro passeio ao centro. Nem preciso dizer que me esbaldei em Maceió com tanta feira de artesanato né? Gente, é enlouquecedor! Descobrimos que as feiras da orla, além dos produtos serem mais caros (porque é lá que se concentram os turistas), não tem muita variedade. Então visitamos vários lugares no centro da cidade, que embora não contenha paisagens tão bonitas, compensa nas lindezas expostas pelos artesãos. Algumas fotos para vocês sentirem a energia do lugar, esbanjando alegria, criatividade e simplicidade, em um mar de peças produzidas pelas mãos do povo alagoano.












Esse foi só um pouquinho do muito que os dias em Alagoas nos proporcionaram. Algumas postagens serão necessárias para ainda assim, resumir o que vimos por lá. Logo volto para falar mais sobre as praias, artesanato e principalmente, do projeto maravilhoso e emocionante, que marcará para sempre minha carreira de escritora. 

Beijos!

1 comentários:

Sue Ellen Nascioli disse...

Oi querida, tá boa?
Adorei conhecer um pouquinho de lá pelas suas fotos.
Tenho vontade de conhecer Maceió e confesso que você me deixou com mais vontade ainda.
Belo passeio!!!!
Beijos e um ótimo fim de semana.