1 de novembro de 2013

Diário de viagem Dionísio Cerqueira - Parte 3 [A história da família]

Oieee!!

Hoje dando continuidade ao diário de viagem do Encontro Verona, vou falar um pouquinho da história da família. Sei que foge um pouco da viagem em si, mas eu não poderia deixar de registrar aqui no blog o motivo da origem dos encontros e também mostrar as fotos de vários documentos e curiosidades que vi lá. Mas é só um resumo porque tem muita informação e não quero sair muito do foco.


Nossa família é descendente de LUIGI VERONA e ANNA MARIA SIGNORE, um casal corajoso que emigrou da ITÁLIA para o BRASIL, por volta de 1877.


Esse cartão postal contém a casa onde morava Luigi Verona !
Vittorio Verona era um dos filhos do casal e meu tataravô! Ele nasceu em Costozza na Itália. Alguns documentos encontrados na Itália demonstraram um detalhe particular na história dos VERONA, informando que a profissão de Luigi Verona  era “bovaio”, vale dizer “cow boy” ou melhor “gaúcho”. Ou seja, Luigi Verona poderia ter sido um tropeiro, trabalhando para um meeiro, e não possuindo terra, deveria procurar trabalho onde houvesse. Explica-se, com isso, os diversos lugares de nascimento de seus filhos.

Os filhos homens de Luigi e Anna nascidos na Itália (Vittorio Verona está sentado à direita)
Cheios de esperança, o casal LUIGI VERONA e ANNA MARIA SIGNORE, juntamente com seus cunhados Domenico Signore e Santa Frizzo, Alessandro Signore e a sogra Angela Dal Maso Signore, atravessaram o Oceano Atlântico chegando ao Brasil. Alguns documentos encontrados.

Livro que pertenceu a Luigi Verona.

Dedicatória do livro !

Registro do matrimônio de Luigi e Anna na Itália !

Registro realizado na época em cartório na Itália.

Documento fiscal de compra de terras no Brasil.
Enfrentando todas as dificuldades que os imigrantes encontraram ao chegar ao Brasil, conseguiram com trabalho, tenacidade, perseverança e muita coragem adquirir um lote no interior da Colônia Dona Isabel, hoje localidade denominada Monte Bérico - segundo distrito do município de Farroupilha (RS), onde firmaram suas raízes, construindo numerosa família, da qual eu faço parte!

José Verona, meu bisavô !
Vittório Verona chegou ao Brasil ainda criança, aqui construiu sua história e formou sua família. Um de seus filhos e meu bisavô (pai de minha avó materna), José Verona, também fez história e foi homenageado no encontro. Dois de seus filhos ainda estão vivos, veja fotos no post anterior.

Bonés e camisetas dos primeiros encontros Verona.
Esse é um resumo (bem resumido) da minha história. E eu continuo repetindo. É uma emoção você descobrir suas origens, porque além de conhecer sua história você descobre o motivo de muitos traços da sua personalidade. Para mim foi uma experiência enriquecedora!! 

Deixo aqui para finalizar o post, um agradecimento especial a Niceta Maria Verona. Várias das informações transcritas são dela, e foi ela quem iniciou a pesquisa de tudo que sabemos. Obrigada Niceta!

Beijos e ótimo final de semana !

4 comentários:

Aline Salmon disse...

Que máximo, isso, Ale!!! Que trabalho de pesquisa mais lindo!!! Nossa... me deu até vontade de procurar saber as origens da minha familia tb... muito legal!!!!
bjocassssss

Mali Pering disse...

Que legal! Será que eu tenho uma história assim, também??? Nunca ouvi ninguém comentar nada por aqui, hehehehehe! Muito 10, vc como escritora conhecendo sua história! Bjão

Sandro Marcon disse...

Procurando por origens da família Verona encontrei seu Blog. Sou descendente de Angelo Verona, moro em São Migule do Iguaçu Pr, perto de Foz do Iguaçu, onde meu "Nono", Benevenuto Verona migrou de Farroupilha em 1951, para desbravar o Oeste. Se te interessar manter contato, meu e-mail é advsandromarcon@gmail.com

Dhiego Verona disse...

Nossa muito legal eu também sou descendente, e espero ir no próximo encontro da família ano que vem, e que venha o livro dos descendentes de Luigi Verona e Anna Maria Signore.

Email: Dhi.v@hotmail.com ou dhi.verona@gmail.com

Whats: (49)99319542