25 de fevereiro de 2015

Máquinas de escrever, quem curte?

Oie!!!

Não é nenhuma novidade que escritores tem uma paixão secreta por máquinas de escrever né? Eu carrego comigo uma dor no coração, porque há vários anos atrás, me desfiz da minha Olivetti, onde aprendi a datilografar. Sim, sou do tempo que era chique e profissionalizante ter curso de datilografia...hahaha! E desde que me tornei escritora, me arrependo horrores por ter me desfeito dela... mas fazer o que né? O que está feito está feito!

Aí que ontem no meu horário de almoço, resolvi entrar em uma loja de relíquias e perguntar se tinham alguma, vai que encontrava uma igual a minha. Embora depois fiquei pensando que não seria a mesma coisa, porque não era ela...rs. Mas a visita valeu muito a pena!! Decidi fotografar algumas e vou inaugurar um álbum de fotos na fan page, para sempre que eu achar algo interessante divulgar. Vai que alguém mais tem uma paixão por elas né?


Olha isso gente!! Por essa eu me apaixonei! É uma máquina da década de 40, americana da marca Royal e vem presa em uma maleta de couro. As teclas são mega charmosas, com cobertura de vidro, um mimo só até para ser objeto de decoração. Me tentei a comprá-la!!


E essa esquisitona aí? Olha o designer...rs. Acreditem! Data do ano de 1890, da marca alemã Franklin, e funciona! Na verdade todas funcionam. O dono da loja me explicou que conhece uma pessoa especialista em restaurar essas belezuras!!


Já essa vermelha, compacta e elegante, é de uma série especial da Olivetti, desenhada em 1969, e que segundo ele, esteve na lista de desejo de muitos escritores. Hoje, obviamente, também ficou no passado e por ter sido uma série com poucas unidades, está até exibida em museu.


Prá finalizar o post inicial dessa série "Typeweiters", inédita para mim, nunca tinha visto uma! Essa máquina era industrial, olha o tamanho do papel que ela comportava!! Do ano de 1945.

Não é o máximo gente! Tenho certeza que, quem tem uma quedinha por máquina de escrever, vai adorar conhecer algumas curiosidades sobre elas. Prometo um pouco de história, muitas fotos e quem sabe daqui um tempo me encorajo e adquiro uma. Sonho em escrever um conto datilografado!!

Para quem é de Curitiba, vale a pena visitar esse lugar. Tem muita coisa legal, e para todos os gostos! Chama-se YOZI e fica no Centro Comercial Everest, na Rua Comendador Araújo, 143 - Loja 4.

Beijos!

0 comentários: