28 de junho de 2012

Afinidade !

Em dias de reflexão e admirando um presente que o correio me trouxe, deu vontade de escrever. Espalhando esses lindos papéis e adesivos de fada, enfeites coloridos e vários corações, percebi algo tão grandioso por trás desse carinho. O quanto é valioso um gesto desprovido de interesse! Obrigada, Déa!!!

Mimos que ganhei da Andrea Pruner de Oliveira - a nossa Déa Café !!!

Todos os dias pessoas cruzam nossos caminhos. Algumas apenas passam por ele, outras param brevemente e outras pausadamente. Dentre essas últimas, existem as que ficam por algumas horas, dias, meses ou anos, e aquelas que permanecem! Pessoas eternas, para as quais compartilhamos sentimentos tão intensos que temos a impressão de querermos levá-las conosco para sempre. Porque isso acontece?

Eu acredito que na convivência dos seres humanos há um aspecto que faz toda a diferença, e é o que nos liga as outras pessoas: afinidade! Afinidade de pensamento, de gostos, de valores, de experiências passadas e de projetos futuros. É essa MARAVILHA que aproxima as pessoas fazendo sentirem-se “em casa”, algumas vezes até mais que em nossa própria casa. E afinidade se expressa de várias maneiras: conversas, carinho, aproximação, convites, saudades ou mesmo um pensamento ou uma oração nos casos em que a distância física se faz presente.

Ainda assim, acredito que muitas vezes a afinidade pode ser confundida. Quantas vezes encontramos pessoas, que num primeiro momento parecem ser tão diferente de nós, precipitadamente até evitamos uma aproximação e depois descobrimos que ela era mais parecida conosco do que imaginávamos? E por outro lado, quantas vezes achamos que temos tanta afinidade com alguém, para depois descobrirmos com o tempo e a proximidade que há muito pouco em comum?

Isso acontece conosco todos os dias. Como todo ser humano imperfeito que somos, deixamos nos levar pelas aparências. Erro certeiro de grande parte da humanidade. E não adianta enganar a si mesmo com o papinho que “eu não me deixo levar pelas aparências”. Quem nunca se iludiu com gentilezas para depois descobrir o amargo da indiferença? Todos nós julgamos. Alguns mais, outros menos. Mas em algum momento da nossa vida fizemos, fazemos ou vamos fazer um julgamento errado. Só ouvi falar de uma pessoa que passou pelo planeta e não julgou ninguém! E Ele foi mais julgado e O é até hoje, por pobres mortais como nós que deixamos as aparências nos levar para decepções amargas e doloridas.

Que tal prestarmos mais atenção nas pessoas que cruzam nosso caminho? Enxergarmos além de seus defeitos, as suas qualidades? Além de suas fraquezas, seus pontos fortes? Além da sua roupagem, seu coração? Além das pessoas que lhe rodeiam, a pessoa que se é? Quem sabe não há boas surpresas nos aguardando vida afora? - Nada é por acaso! 

Um ótimo dia!

11 comentários:

Déa Café disse...

woooooowwwwwwww!!!! como diz a nossa amiga line fonseca! rsrsrs que linda reflexão, ale!! parabéns!! e obrigada pela deferência! rsrsrs
esse presente nada mais é que uma retribuição por todo e carinho e amizade, ale!! ou seja, é algo em troca do que "vc" doa! ;) :)
é isso aí, amiga! falou tudo!! lindo texto! parabéns!!
um ótimo dia pra vc, tbém!!
beijos!!

Rita disse...

Boa noite Ale, sempre ao ler suas palavras me emociono, relembro momentos da minha vida,.... me encontro através das suas lindas palavras.Que texto lindo menina!!!
Eu estava sentido mta falta sua, bjs.

Fabrise disse...

Ale e suas profundas palavras, adoro!
O seu texto me fez pensar nas amizades e colegas que passam (ou ficam) em nossas vidas. Afinidade é uma coisa que aproxima as pessoas, na verdade quando conhecemos alguém acho que é isso que vai gerar ou não a vontade de conhece-la mais, de conversar. Realmente já me decepcionei muito com as pessoas, a verdade é que eu considero muito meus amigos, sempre me coloco no lugar da pessoa e nem sempre elas fazem isso pela gente. Com o tempo a gente aprende, aprende que não pode esperar dos outros a mesma compreensão, consideração e esmero. Mas do mesmo jeito que já me decepcionei também me surpreendo pela grande amizade que tenho, poucas porém verdadeiras!!
Beijos!!!

Aline Fonseca disse...

Uauuuuuuuuuuu! POst lindo!
Amei a reflexão, muito bem colocada!
E a verdade é esta aí!
Show!
Que papéis maravilhoso, Ale!
Show de bola os mimos! Que delícia! Curta muito!
Beijossssssssssssssssssss

Sonia Cirino disse...

Ale,bom dia querida!
A visita noturna prometida perdeu a hora e chegou matutinamente.

Menina! Mulher!
Não só as pessoas cruzam nossos caminhos nos trazendo experiências, vivências maravilhosas (mesmo as aparentemente "negativas")... também ... as palavras, um livro, um lindo e profundo texto como este. Texto que me inundou de emoção pela cumplicidade e assertividade da reflexão.

Lindo! Você, realmente, tem o maravilhoso dom de colocar a emoção em palavras. Sou sua fã e ainda estarei numa fila de autógrafos esperando ansiosamente por um caloroso abraço seu.
bjs

Oh! Maravilha a Déa cruzar o seu caminho, ela não deu este presente apenas para você, deu para todos que apreciarem esta reflexão.

Elisabeth Sarkis disse...

Nossa Ale, vc escreve muito bem, fico admirada , vc nasceu para ser escritora mesmo, que bacana e é isso mesmo, a maioria faz isso, julga sem saber, sem conhecer,enfim....no fim somos todos muito parecidos e cometemos os mesmos erros hehehe,bjs querida, minha mãe vai fazer 78 anos!

Sonia Cirino disse...

Ah! querida, nada que vc não tenha merecido. Longe disso!

Fiquei curiosa pelo seu caderno medieval, rsrs. Vou aguardar.

super beijo e bom final de semana

Lu - Babalu disse...

Verdade, Ale, a afinidade é uma coisa mágica e devemos prestar bastante atenção nas nossas relações pois elas podem nos trazer grandes felicidades!
Adorei esse kit de fadas, muito lindo!
Beijos

Dani Alonso disse...

Ale!! adorei essa reflexão!! pura verdade!! a gente julga sem saber, sem conhecer...
Obrigada por dividir teus pensamentos com a gente, e quanto mimo lindo, quando vi esses papéis aqui em porto alegre lembrei de ti é claro, são lindas essas fadas!!
uma linda semana!!
bjsss

ANNA TORCHIA disse...

Que lindo texto Ale querida....vc é um must na escrita....te admiro.....e que delícia de mimos hein...fadas e fadas...iupiii...bjsss

Déa Café disse...

nesse aqui já comentei.. hehe.